Bioenergia

Visando a expansão do setor sucroalcooleiro, a Dallari Agronegócios direcionou as suas atividades agrícolas, migrando da pecuária e sojicultura, para o plantio de cana-de-açucar com as suas propriedades em Nova Alvorada do Sul.

Com a chegada de grandes grupos sucroalcoleiros na região, a empresa iniciou em regime de parceria agrícola a participar deste momento de demanda por bioenergia que passa o Brasil.

O cultivo da cana-de-açúcar no Brasil vem desde a colonização, com a produção de açúcar nos engenhos, representando uma atividade de grande importância no desenvolvimento econômico do país. A cana-de-açúcar não é um produto único, é também matéria-prima na produção do álcool anidro, hidratado, energia natural, bebidas, cosméticos, plásticos, papéis, rações animais, entre outros.

A renda do setor sucroalcooleiro é a terceira maior do agronegócio brasileiro, ficando atrás somente da soja e do milho. Em Mato Grosso do Sul houve um crescimento significativo do cultivo da cana e segundo a previsão do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI), que é ligado à Secretaria da Produção e Turismo do Governo de Mato Grosso do Sul, os empregos podem triplicar. Os números comprovam que as perspectivas são visíveis para o desenvolvimento e crescimento do setor sucroalcooleiro no Estado.

O aumento dos preços recebidos pelo produtor e os ganhos de produtividade foram apontados como os principais fatores para a melhora dos resultados econômicos da produção de cana-de-açúcar, no período compreendido entre as safras de 2007 a 2011.

Devido à grandeza dos números do setor sucroalcooleiro no Brasil, não se pode tratar a cana-de-açúcar, apenas como mais um produto, mas sim como o principal tipo de biomassa energética, base para todo o agronegócio sucroalcooleiro, representado por 350 indústrias de açúcar e álcool e 1.000.000 empregos diretos e indiretos em todo o Brasil.

Desde a sua implantação e em maior escala a partir da metade do século XX, as indústrias do setor sucroalcooleiro desenvolveram instalações próprias de geração elétrica, seja através de pequenos aproveitamentos hidrelétricos, óleo diesel, e depois face à indisponibilidade de energia elétrica e aos seus custos, adotaram-se sistemas de geração, em processo de cogeração, ajustados às necessidades do processamento industrial da cana de açúcar, utilizando o bagaço.

Mas como a quantidade do bagaço produzida é muito elevada (aproximadamente 30% da cana moída), existe um grande potencial para geração de eletricidade para venda comercial.

Rio de Janeiro

Rua Romano Dallari, 115
Mesquita - RJ - CEP 26550-790
(21) 2796.3120

Escritório Central

Rua Gildásio Amado, 55 - grupo 512 e 513
Ed. Centro da Barra
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP 22631-020
(21) 2493.6895 | 2493.8056

Mato Grosso do Sul

Fazenda Escalada | Estrada do Piquiri Km 25
Pedro Gomes - MS | cep: 79410-000

Fazenda Escalada ll | Estrada do Piquiri Km 30
Pedro Gomes - MS | cep: 79410-000

Fazenda São Luiz | Estrada do Piquiri Km 34
Pedro Gomes - MS | cep: 79410-000

(67) 3230-1368 | (67) 9963-5627

 

Fazenda Alavanca | BR 267 Km - 241
Nova Alvorada do Sul - MS | cep: 79140-000

Fazenda Nossa Senhora Aparecida | BR 267 - Km 218
Nova Alvorada do Sul - MS | cep: 79140-000

© 2010 Todos os direitos reservados à Administradora Dallari Agronegócios LTDA |